Dicas de Fotografia Profissão: fotógrafo

19 sinais de que você está tratando a fotografia como hobby (e não como trabalho)

Foto: Jarek W./freeimages

Muitas vezes, a coisa mais difícil para um fotógrafo em início de carreira é o salto de amador para profissional. Um fotógrafo profissional se diferencia de um amador não só pela qualidade das imagens que produz (isso conta, claro), mas também pela forma como trata suas negociações – como lida com dinheiro, cobrança, clientes e tudo que gira em torno da administração de um negócio.

Foto: Edmar Junior/freeimages
Foto: Edmar Junior/freeimages

Confira abaixo uma lista de comportamentos que podem ser sinais de que a fotografia está sendo tratada como um hobby, criadas pelo fotógrafo Bradford Rowley para o site DIY:

  1. Você não cobrar o suficiente para se sustentar em tempo integral;
  2. Você fotografar muitas vezes amigos e conhecidos gratuitamente ou sem nenhum lucro;
  3. Você pensa de si mesmo primeiramente como um fotógrafo e um segundo lugar como proprietário do negócio;
  4. Você não tem horas de trabalho fixas agendadas com fortes limites que separam claramente o seu negócio da vida pessoal;
  5. Você não respeita seus direitos autorais nem controla a qualidade de suas imagens, dando a seus clientes imagens em um CD;
  6. O pagamento líquido que você leva para casa dos trabalhos fotográficos é menos que 1/3 de sua renda bruta;

    Foto: Jarek W./freeimages
    Foto: Jarek W./freeimages
  7. Você não está 100% consciente de sua margem de lucro;
  8. Você fica justificando o porquê você não consegue realmente ter um negócio legítimo (Isso geralmente envolve fotógrafos culpando outros fotógrafos que cobram barato, culpando a economia, culpando como as coisas estão diferentes em sua área, ou a indústria em mutação, etc) ao invés de fazer isso acontecer;
  9. Você se concentrar em quantos clientes você tem, não no quanto dinheiro você faz;
  10. Você pensa mais sobre sua média de trabalhos do que sobre sua média de lucro;
  11. Você não tem um controle sobre o seu lucro dividido pelo seu tempo de trabalho;
  12. Você gasta mais dinheiro em equipamento de fotografia do que em aquisição de conhecimentos

    Foto: Adyna/freeimages
    Foto: Adyna/freeimages
  13. Quando você faz cursos, eles são geralmente sobre como tirar melhores fotos. Você raramente investe em como planejar e executar seu negócio de forma mais inteligente.
  14. Você não tem um estúdio ou um escritório para receber seus clientes (nem tem o objetivo de ter um);
  1. Você não se paga ou tira para você nem um salário;
  2. Você sai principalmente com outros fotógrafos ao invés de sair com outros empresários;
  3. Você gasta tempo em fóruns de fotografia com outros fotógrafos que amam a fotografia, mas que são descuidados com os negócios;

    Foto: freeimages
    Foto: freeimages
  4. Você gasta todo o dinheiro que você ganha com fotografia, ao invés de investir de novo no negócio;
  5. Você demora a tomar ações sobre seu negócio, até que você se sinta inspirado (lembre-se: profissionais fazem isso até com uma dor de cabeça).banner-iphotofair

Sobre o autor

Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é jornalista e fez parte do iPhoto Channel de 2015 à 2018.

3 comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Artistas geralmente tem dificuldades em se tratando de gestão de negócios.
    Fazer tudo sozinho é complicado. Um bom planejamento é fundamental.

  • Otima materia mas, não entendi a parte “você entrega suas fotos em cd…” 99% dos profissionais fazem isso então, aonde esta o erro já que existem varias maneiras de se atestar a autoria da imagem atraves dos metadados?!

    • Acreditamos que o fotógrafo provavelmente estava falando em outros formatos como álbuns ou por exemplo pen drives personalizados, Alex. Mas não necessariamente esta é uma verdade, pois é de fato uma opinião profissional do fotógrafo Bradford Rowley.