Colunistas Dicas de Fotografia

10 cuidados fundamentais na vida do fotógrafo e videomaker profissional

iPhoto Channel
Benjamin Earwicker
Livro de fotografia

Todo cuidado é pouco quanto somos profissionais pagos para entregar um trabalho de qualidade. Com o tempo, algumas coisas se tornam automáticas, mas é preciso criar o hábito de tomar alguns cuidados. Confira:

  1. Tenha cartões, baterias e câmeras sobrando

A primeira dica não é novidade para a maioria, mesmo assim, muitos profissionais insistem em não ter equipamento sobrando na mochila na hora de fotografar. Nunca ache que bateria e cartão são suficientes se você não tiver absoluta certeza do quanto é necessário. Você somente será um profissional se tratar seu trabalho com extrema responsabilidade. Trabalhamos com máquinas e nunca sabemos quando precisaremos de uma reserva. Nós sempre levamos uma câmera extra, ainda que inferior a que usamos como principal.

Maria Li
Maria Li
  1. Nunca fotografe/filme um evento social sozinho

Lembre-se disso: um evento social sempre tem dois valores: o financeiro (aquele que está em seu orçamento e contrato) e o jurídico. Perder alguma foto do momento mais importante da vida de alguém não é uma boa aventura pela qual passar. Já tivemos situações onde meu flash falhou em momentos primordiais e por precaução, a Lígia garantiu as fotos. Se você trabalha sozinho, contratar um free lancer é uma ótima saída. Faça um planejamento financeiro e acrescente este custo em seu orçamento. Vale cada centavo do investimento. Nada pior que noites sem dormir pensando em uma desculpa para dar ao cliente por não ter fotos de determinado momento.

Rotorhead
Rotorhead
  1. Leve assessórios para o caso de uma emergência

Você certamente nunca dará tanto valor para um parafuso com rosca ¼ reserva em sua mochila até não precisar dele. Há pouco tempo, em um 15 anos, levei meu note com o projeto do filme do ensaio da aniversariante, que sorte! (Ou melhor, que precaução!). Ao passar o vídeo no telão com o DJ horas antes do evento, percebi que o nome da aniversariante estava errado e que o erro passou despercebido (acredite, nossa mente às vezes falha). Resolvido em poucos minutos, só alterar o projeto, exportar novamente e pronto.

  1. Faça seguro do seu equipamento

Quem suou muito para conquistar seu equipamento e foi roubado/furtado sabe a dor que é. Nunca passamos por tal situação, mas temos vários amigos que já passaram. Pagar o seguro dói no bolso, ainda mais em tempos de crise, mas perder todo o equipamento dói muito mais. Todos os nossos equipamentos estão segurados com a FotoSeg Seguros, isso nos deixa muito mais tranquilos para criar e compor durante os eventos.

  1. Faça backup de todo material do evento o mais breve possível

Antes de qualquer alteração ou exclusão de alguma imagem, fazemos backup em no mínimo dois HDs, baixando todos os cartões usados no evento e conferindo todos eles. Depois disso, deixamos o HD de backup em outro imóvel, para o caso de furto, roubo ou qualquer outro fenômeno. Todo cuidado no escritório/estúdio é pouco, nós temos grades, câmeras e HDs em lugares diferentes.

Ayhan YILDIZ
Ayhan YILDIZ
  1. Tenha sempre números de celulares de todo mundo

Não se acanhe e peça o número da mãe da noiva, do pai do noivo, de algum padrinho ou de qualquer outra pessoa ligada aos noivos. Já passamos por uma situação muito difícil por termos apenas os números do noivo e da noiva e um dia antes do evento (que aconteceria a 970 km da nosso estúdio) não conseguimos contato de maneira nenhuma e nossa carona (van que sairia para levar alguns convidados) não estava no local combinado! Bateu o desespero. No final, tivemos que ir de carro até lá, pois não tinha nenhuma rota aérea em tempo hábil. A falha não foi nossa, mas se tivéssemos mais um contato, talvez pudéssemos resolver tudo com muito mais facilidade.

banner-livro-scott-kelby-lightroom

  1. Tenha um roteiro do evento

Organize-se antes, imprima um roteiro para cada membro da equipe com horários de todos os acontecimentos. Converse com o cliente e pergunte como será o evento, além de lhe render fotos melhores, vocês estará preparado para eventuais surpresas. Anote também o endereço exato do salão da noiva, do hotel, da Igreja e de qualquer lugar que seja preciso clicar no dia do evento. Ir na Igreja errada pode lhe custar um atraso imperdoável para a noiva. Anote em seu roteiro também o número de telefone de toda a equipe, você nunca saberá quando poderá ficar sem celular e sem sua agenda de contatos. Use a tecnologia e o Google Maps a seu favor, veja antecipadamente a localização de cada lugar.

Thad Zajdowicz
Thad Zajdowicz
  1. Chegue sempre adiantado

Não dê chance ao erro, sempre tenha em mente a possibilidade de furar um pneu ou de enfrentar um congestionamento. Mesmo que suas fotos saiam perfeitas, você não pode pecar e ser lembrado como o fotógrafo que chegou atrasado no evento. Se o evento for em outra cidade, adiante-se e vá mais cedo. Pontualidade e compromisso são peças chaves para o sucesso.

  1. Pergunte ao cliente se ele quer alguma foto com alguém em específico

É desagradável o cliente chegar depois do evento e lhe cobrar uma foto com a avó que veio de outro estado especialmente para o casamento e você não ter nenhuma. Adiante-se e pergunte se os noivos querem alguma foto específica ou com alguém. Para eles pode ser a última vez que algum dos convidados estará presente em uma festa de família e lembre-se: por mais conceitual e artística que sua fotografia seja, casamento é também foto de família! Eu e a Lígia adoramos fotorreportagens e imagens artísticas, recheadas de composição, mas nunca esquecemos a importância de um registro documental para aquela família.

David Kirby
David Kirby
  1. Tenha um contrato e um orçamento bem redigidos

Esta talvez seja uma das precauções mais importantes, pois é no contrato que se estabelece a maioria das relações comerciais com seu cliente. É nele que as regras e cartas são postas na mesa! Você só saberá a real importância de um contrato o dia que precisares dele e acredite, uma demanda judicial é altamente desgastante, a dor não é só financeira, é emocional também e você e sua empresa adoecem. Ouço muitos fotógrafos (clientes do escritório de advocacia) falarem: “devia ter lhe procurado antes!” O advogado pode ser um aliado e amigo dos seus negócios e um grande investimento, ainda mais se for especializado nesta área. Seu orçamento também deve ser claro e bem redigido, afinal, ele já estabelece relações jurídicas entre você e seu cliente, ainda que não exista contrato. Se você está começando e ainda não tem grana para investir nisso, estude e pesquise sobre contratos, converse com outros profissionais e vá transformando suas experiências em cláusulas, mas lembre-se, nada substitui o trabalho de um profissional.

banner-poses-perfeitas

Sobre o autor

Felipe Ferreira

Felipe Ferreira

Felipe Ferreira é colunista do iPhoto Channel. Ferreira é advogado, fotógrafo, professor de fotografia, edição e diagramação pela UNOESC, cinefotografista, diretor de fotografia, poeta, músico e compositor. Membro do Inspiration Photographers. Apaixonado por eventos sociais, busca extrair em suas obras um conceito único de arte, ou seja, desenvolver imagens que expressem sentimento através da linguagem da literatura e do cinema. É graduado em Direito pela UNOESC e atua junto com sua esposa Lígia Maciel, também fotógrafa e Bacharel em Direito, como assessor jurídico para profissionais de imagem. Para conhecer mais nosso trabalho: www.ferreiraemaciel.com.br, www.facebook.com/ferreiraemaciel e www.instagram.com/ferreiraemaciel

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário