Design: princípios da tipografia

Já não era sem tempo publicar um novo artigo na coluna. Peço desculpas pela demora, mas este início de ano foi excessivamente animado. Mudei-me de São Paulo para o Rio de Janeiro, retornando a essa cidade que tem um lugar especial no meu coração. Nasci em Curitiba (PR), mas fui criada no Rio de Janeiro. Considero-me uma carioca e hoje escrevo este texto do nosso novo escritório na Cidade Maravilhosa. Imagina o tamanho da minha alegria!

Para estrear a coluna este ano, escolhi um tema que adoro: tipografia! É fato que não usamos muito texto em álbuns fotográficos, mas eles ganham um papel de destaque já que estão presentes na capa ou na abertura do álbum e contêm informações relevantes acerca da nossa “publicação”. E, cá entre nós, essa é a hora em que você demonstra o quanto sabe (ou não!) o que está fazendo com a diagramação dos seus álbuns.

A escolha da fonte deve ser bem feita para valorizar o conteúdo da sua “publicação”. O título do álbum precisa traduzir o conteúdo das fotos, ser atraente e principalmente legível! Fontes têm significado. Lembre-se disto: as famílias tipográficas têm sua própria história e personalidade. Portanto, não escolha qualquer uma ou apenas pela estética; tente compor de forma que fotografia e fonte sejam compatíveis.

01

Uma fonte é um conjunto completo de caracteres com tamanho e estilo específicos de tipos, incluindo o conjunto de letras, números, caracteres especiais e pontuação.

02
Conjunto de caracteres da fonte Futura

Uma família tipográfica contém uma série de fontes com suas diversas variações. Exemplo: Futura Medium, Futura Condensed Medium.

03

Existem diversos estilos de fontes (veja quadro abaixo), mas nem sempre uma fonte script é a mais indicada para um casamento. Se o casal e o evento forem muito modernos, por exemplo, a fonte script pode soar formal demais para a ocasião. Resumindo, as fontes devem ser adequadas para o conteúdo, não somente para o tema.

IMG_3598

Outra dica é combinar fontes para facilitar a compreensão do conteúdo e criar contraste (princípio basico e superimportante do design gráfico).

Ao combinar fontes, alguns cuidados devem ser observados:

  • Combine fontes bem diferentes entre si
  • Varie o tamanho ou peso da fonte
  • Mude o alinhamento e espaçamento entre os caracteres
  • Utilize cores diferentes
  • Não utilize fontes muito parecidas. Seja ousado!
04
Na primeira opção foi utilizada a mesma fonte, na segunda duas fontes diferentes, porém muito parecidas entre si, causando um certo desconforto. Na última opção, duas fontes opostas criam uma estética agradável e facilitam a compreensão do conteúdo

Você já ouviu falar em fontes True Type e Open Type? As fontes True Type em sua maioria são um conjunto de 265 caracteres, já as do formato Open Type possuem muito mais – em média 65 mil glifos. Essas fontes nos oferecem diversas possibilidades na hora de compor um layout! Esse vai ser o tema do próximo artigo. Vou apresentar alguns exemplos interessantes de utilização das fontes Open Type e tenho certeza de que abrirá um mundo de novas possibilidades para os seus projetos. Fique de olho e até o próximo artigo!

semmedo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *