Book Colunistas Fabiana Maruno

“Debutantes” de todas as idades

Já passou o tempo em que somente os quinze anos eram marcantes na vida de uma menina. Com o crescimento econômico do Brasil, as festas estão cada vez mais sofisticadas, e os fotógrafos mais solicitados para aniversários de um, dois, cinco, sete anos – agora não importa a idade, o que vale é registrar (e bem) esses momentos únicos na vida.

Esse é um mercado que nós, fotógrafos, não podemos desprezar. E vamos combinar: depois de tantos anos de recessão e trabalho duro, nós, brasileiros, merecemos isso.

Os ensaios de família e com crianças, em alta no Brasil, também têm obtido mercado aqui na Europa. Tenho fotografado cada vez mais famílias de brasileiros com crianças em Paris, mas o que tem me chamado a atenção são alguns ensaios especialmente focados nas meninas.

São garotinhas de cinco a dez anos de idade, todas lindas, sorridentes e supervaidosas. E também com muita expectativa em relação à sessão e ao resultado das fotos. Muitas, inclusive, com experiência de outros ensaios fotográficos.

Essas princesinhas não têm absolutamente nada a ver com as crianças tímidas que a custo exibem um sorriso. São praticamente modelos, adoram trocar de look e, para elas, a sessão fotográfica é sem dúvida um prazer.

O caso é que não é fácil agradar a essas meninas e suas mães – que ficam de “plantão” durante o ensaio, vendo tudo. Elas têm um olhar mais refinado para a fotografia e são exigentes. Portanto, é importante se esforçar nesse momento e fazer o máximo.

Não vamos esquecer também que as meninas se cansam mais rápido, pois são crianças e, por isso, fome e cansaço também interferem nas fotos. Uma crise de choro ou cara feia no meio da sessão é normal, principalmente se há muitas trocas de roupa. Por isso, é importante conversar com as mamães e limitar um pouco isso. Não dá para impor o mesmo ritmo de fotos que um adulto.

Outro detalhe é nunca esquecer que, apesar de vaidosas, não estamos fotografando uma adolescente, mas uma menina: uma boneca, um laço, algum detalhe rosa não podem faltar nas fotos.

Outra dica: muitas vezes a mãe ou o pai não querem aparecer em nenhuma foto. Se isso ocorrer, insista que apareçam, pois é um momento especial. Não vamos fazer todas as fotos em família, porque estamos falando de um ensaio individual, voltado à menina, mas uma foto ou outra é sempre importante. Fica a lembrança do momento e nada como registrar esse carinho da família.

No final das contas, posso afirmar que uma sessão com elas é diversão garantida, e digo isso não apenas porque fotografo, mas porque sou mãe de duas meninas – que, aliás, já estão crescendo com o gosto pela fotografia.

 

 

 

 

FABIANA MARUNO cursou 3 anos de publicidade e propaganda na PUC-PR, onde teve seu primeiro contato com a fotografia, e é formada em administração pela UFPR. Atualmente ela é fotógrafa do Conexão Paris e correspondente do Photo Channel. Apaixonada por Paris, transformou essa paixão em fotografia e, através dela, eterniza os momentos mágicos vividos nessa cidade incrível.

.

Sobre o autor

Fabiana Maruno

FABIANA MARUNO cursou 3 anos de publicidade e propaganda na PUC-PR, onde teve seu primeiro contato com a fotografia, e é formada em administração pela UFPR. Atualmente ela é fotógrafa do Conexão Paris e correspondente do Photo Channel. Apaixonada por Paris, transformou essa paixão em fotografia e, através dela, eterniza os momentos mágicos vividos nessa cidade incrível.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário