Curiosidades

Efeito Obama: retratos de Obama e Michelle levam mais de um milhão ao museu

congresso de fotografia

Considerado um dos melhores presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama e a ex-primeira-dama Michelle Obama foram retratados pelos artistas Kehinde Wiley e Amy Sherald. Os quadros estão em exposição desde o ano passado na National Portrait Gallery de Washington, nos Estados Unidos.

Mas desde que foram expostos a quantidade de visitantes teve um recorde de um milhão a mais do que em 2017. Foram 2,3 milhões de pessoas que passaram pelo museu para observar e tentar tirar uma selfie com o ex-presidente e a ex-primeira-dama. Os quadros despertam os mais variados tipos de emoção desde choro, sorrisos, orações e irreverências.

Foto: AP Photo/Andrew Harnik

A reportagem do The Washington Post conversou com algumas pessoas que visitavam os retratos como Kamilah Chambers “Eu pensei que isso é o mais próximo que eu provavelmente chegaria a [Obama], e do que ele representava – esperança, amor e progresso.” Os retratos não estão expostos um ao lado do outro, o ex-presidente Barack Obama encontra-se no galeria “Presidentes da América”, já o de Michelle é exibido no terceiro andar ao lado de Beyoncé, Denyce Graves e Toni Morrison.

Foto:
Mark Wilson/Getty Images

O primeiro Presidente negro dos Estados Unidos foi retratado com flores e folhas verdes vibrantes, como jasmim, lírios e crisântemos que representam sua história pessoal. Apesar de se tratar de pinturas e da figura pública, os retratos também ganham notoriedade pela sua composição. A força dos retratos causaram o “efeito Obama” como chama o diretor do museu, Kim Sajet. Havia 12 anos que um trabalho não gerava um impacto desses. A escolha dos artistas para a realização dos quadros faz parte escolha histórica por se tratar de artistas afro-americanos.

Foto:
Michael S. Williamson/The Washington Post

Sobre o autor

Eliza Doré

Eliza Doré

Jornalista do iPhoto Channel é formada pela Univali em Comunicação social com ênfase em jornalismo e pós-graduada em Gestão Cultural, estudou fotografia documental em Buenos Aires.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!