Ícone do site iPhoto Channel

Composição fotográfica: como usar o espaço negativo?

Fotografia em preto e branco: guia para iniciantes

Foto: Pexels

Atualmente, para muitos fotógrafos, a fotografia moderna é muito complexa e cheia de multicamadas. Cada espaço da imagem é preenchido por um elemento que equilibra ou dá ritmo para outros elementos. Porém, há uma método de composição fotográfica chamado Espaço Negativo, que tem um conceito muito mais simples e deixa as fotos bem impactantes.

O que é o espaço negativo nas fotos?

Na fotografia existem basicamente dois espaços: o espaço positivo, que é o assunto principal, e o espaço negativo, que é a área ao redor do assunto principal. Geralmente, os fotógrafos trabalham bastante com o espaço positivo e, normalmente, preenchem quase toda a foto com o assunto principal. O motivo é bem simples: fazer fotos com o espaço negativo é uma técnica desafiadora para qualquer fotógrafo. Os espaços negativos, ou seja, as áreas ao redor do assunto principal, devem ocupar mais áreas da imagem do que o espaço positivo.

Composição fotográfica
Foto: Pexels
Foto: Pexels

“O Espaço negativo não é apenas um espaço qualquer, é um espaço negativo!”, diz o fotógrafo Craig Roberts, do canal e6 Vlogs. Sua afirmação não é por acaso. Existe uma linha muito tênue entre criar uma composição com o espaço negativo e uma foto com um espaço vazio sem o menor significado. O que difere um do outro? O espaço negativo permite ao espectador usar sua imaginação para preencher lacunas do conteúdo ou adicionar e perceber pontos engraçados e divertidos nas fotos.

Para mostra bem como usar o Espaço Negativo, de forma eficiente, Craig fez um vídeo e postou em seu canal mostrando vários exemplos de como aplicar essa técnica de composição fotográfica. Veja abaixo o vídeo (o vídeo está em inglês, mas você pode ativar a legenda em português).

How to use Negative Space in photography

Se gostou desse post sobre composição de fotos, talvez goste também de outros artigos que publicamos recentemente com outras ótimas dicas sobre o assunto. Clique aqui e acesse gratuitamente todos os artigos.

Sair da versão mobile