Colunistas Ronny Higashi

Fotografia a preço justo: a realidade no Japão

Livro de fotografia
Foto: Ronny Higashi
A Bic Camera, uma das mais famosas lojas de Nagoya, Japão, possui um andar inteiro só de equipamentos (fotos: Ronny Higashy)

Todo brasileiro sabe da dificuldade que é adquirir equipamentos fotográficos em território nacional (no mercado formal, pelo menos), pois os impostos atribuídos aos produtos são altíssimos. Aqui, do outro lado do mundo, especificamente no Japão, o imposto sobre o produto é relativamente baixo, tornando-o bem mais acessível.

Além da facilidade de pagamento e do preço justo, pode-se tranquilamente manusear os equipamentos em várias lojas especializadas. Tanto câmeras como objetivas ficam disponíveis nas prateleiras para que os consumidores as experimentem.

Com todo esse cenário favorável, o número de fotógrafos por aqui vem crescendo assombrosamente. Não é à toa: além do preço baixo, a variedade de modelos e marcas impressiona.

O consumo é tão grande que todos aguardam ansiosos os lançamentos, cujos anúncios formam listas de espera de até dois meses, e os modelos antigos forram as prateleiras das lojas de equipamentos usados quase que imediatamente.

Foto: Ronny Higashi
Usuários podem tranquilamente manusear os equipamentos em qualquer loja

Muitos fotógrafos se deixam levar por esse lado e acabam investindo em produtos desnecessários, deixando muitas vezes de aprimorar seus conhecimentos e frequentar os bons cursos que são oferecidos por muitos profissionais da área.

Aqueles que dominam a língua japonesa podem se inscrever em cursos conceituados, por exemplo, diretamente na Canon, com preços muito acessíveis. Isso, além de ser um diferencial no currículo, fará com que você tenha um olhar oriental, algo que é totalmente diferente do que estamos acostumados no Brasil.

Já os que não dominam o idioma contam com vários fotógrafos brasileiros ministrando aulas, particulares ou em grupos, tanto para iniciantes quanto para os mais experientes. Dessas aulas que sai grande parte dos novos fotógrafos, muitos deles buscando uma profissão, seja para atuar no Brasil ou mesmo no Japão.

Vale lembrar sempre que mesmo o melhor equipamento não fará de você um grande fotógrafo, pois hoje, em qualquer lugar, se encontram pessoas com DSLRs fazendo fotos casuais. Portanto, é seu conhecimento, técnica e olhar que farão de você um grande fotógrafo.

Foto: Ronny Higashi
Tanta é a variedade de câmeras e lentes a preço baixo que o que foi lançado hoje pode ir para a prateleira de usados amanhã

Sobre o autor

Ronny Higashi

Reside no Japão desde 2006,natural de São Paulo. Ganhou destaque ao ter seu trabalho reconhecido e premiado por duas vezes em concursos japoneses renomados, primeiro como melhor foto escolhida pela fabricante Tamron e no ano seguinte ficou com a prata do concurso, que contou com mais de 400 participantes.
Hoje ministra aulas particulares e workshops, passando assim seu conhecimento para fotógrafos brasileiros na área de ensaios de noivas, ensaios sensuais e book fotográficos. 

5 comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Bela materia!!!
    Ronny principalmente a parte em que voce diz

    Vale lembrar sempre que mesmo o melhor equipamento não fará de você um grande fotógrafo…

    Parabens
    um abraco

  • Ola…estou indo pro Japão agora em Dezembro….vc sabe me dizer quais lojas é melhor para se comprar equipamento fotografico…e se vale a pena eu procurar equipamento usado?
    Obrigado
    Teylor Soares

  • Ótima matéria, muito bem escrita e mostra com rigor de detalhes a realidade da terra do sol nascente, bela foto de longa exposição

  • Olá, Bom Dia Ronny Higashi!
    Eu estou a procura de site ou loja no Japão que venda estas lentes de câmera profissional usadas, pois estou montando um telescópio caseiro e busco por este material.
    Agradeço se você poder me ajudar nesta minha Busca.
    Roni Soares – Campinas-SP – e-mail: ronisoaresrs@gmail.com
    Obrigado!