Colunistas Diagramação de álbuns Marcelo Caetano

Diagramação de álbuns: por onde começar?

Foto: Marcelo Caetano
Livro de fotografia

Foto: Marcelo Caetano

Em primeiro lugar, é preciso ter a seleção de fotos definida, que pode ser feita pelos clientes ou pelo fotógrafo, isso depende do estilo de trabalho de cada profissional e o acordo ou contrato que foi feito com os noivos. É muito importante ter um contrato com a quantidade de fotos que entrará no álbum e se o valor cobrado será por foto ou por página diagramada independente do número de foto.

O meu conselho é que seja cobrado por foto, assim não se corre o risco do cliente querer encher o álbum com fotos e torná-lo poluído. Outra dica é incluir no contrato o DVD com todas as imagens em alta resolução para o cliente, assim ele não terá a necessidade de escolher fotos de muitos familiares, o que torna o álbum mais artístico.

Na maioria das vezes, quem faz a escolha das fotos são os noivos. É interessante separar e indicar para eles quais são as fotos que você gostaria que escolhessem, pelo menos as principais, pois essas fotos irão imprimir o seu estilo fotográfico e ajudarão a fechar outros contratos com futuras noivas e amigas das noivas que possam ver esse álbum.

Outro ponto que deve ficar definido no contrato é o tamanho e o tipo de álbum. O número de páginas pode ser fechado como uma estimativa, podendo variar um pouco para mais ou para menos, evitando limitar o diagramador e engessar a diagramação. Para facilitar e ter uma ideia de quantas imagens caberiam em um bom álbum, sugiro fazer uma média com três fotografias por lâmina (lâmina = página dupla, no meio da lâmina pode ter um corte ou uma dobra separando as duas páginas, isso vai depender do modelo do álbum e fornecedor).

Foto: Marcelo Caetano

Quanto mais lâminas houver no álbum, mais espaços haverá para diagramar e, consequentemente, o resultado será mais clean. O lado negativo é que quanto mais lâminas, mais pesado ficará o álbum e, dependendo do tamanho do álbum, pode ser difícil para a cliente carregar e mostrar para as pessoas.

Sabendo qual álbum será diagramado, é possível obter um gabarito de medidas com o fornecedor. As medidas podem variar de fornecedor para fornecedor, mas se o fotógrafo criar o hábito de enviar sempre para o mesmo local, ficará mais fácil ter os gabaritos prontos, o que servirá de base para a criação. É importante lembrar que, caso a capa seja fotográfica, personalizada, terá uma medida diferente da parte interna do álbum.

Depois de definidos os formatos, fornecedores e quantidade de imagens que entrarão no álbum, a diagramação está quase pronta para ser iniciada. Antes disso, é necessário tratar as imagens.

O primeiro passo do tratamento é feito em lote pelo Adobe Lightroom para equalizar os balanços de branco, ajustar cores, brilho e contraste, aplicar filtros (presets), ajustar data e hora da captura e fazer pequenas correções. Depois que todas as imagens estão ajustadas, é hora de efetivamente tratá-las. Para isso, o programa mais indicado é o Photoshop. Nessa segunda etapa, é possível fazer ajustes mais finos e correções mais precisas. O mais comum é ter que eliminar alguns itens indesejados que ocasionalmente aparecem nas fotografias, como fios, extintores, tomadas, entre outras coisas que possam atrapalhar a estética das imagens. É nesse processo também em que trato a pele das pessoas, mas isso deve ser feito com muito cuidado, para não exagerar nas correções e transformá-las em algo que não seja real.

Foto: Marcelo Caetano

Com esses processos finalizados, a diagramação do álbum pode começar. Para isso, existem dois programas mais indicados: o Photoshop e o InDesign. O mais apropriado para essa etapa é o InDesign, pois deixa os arquivos mais leves e permite maior rapidez no trabalho. Mas a escolha depende da preferência de cada um. Particularmente, prefiro o Photoshop, mesmo sabendo que terei arquivos mais pesados durante a montagem.

Depois de diagramar o álbum, é preciso enviar para o cliente aprovar. Algumas pessoas fazem isso presencialmente com todo cliente; eu faço pela internet, por ser mais rápido, prático e facilitar o contato com clientes que estão longe. Algumas noivas pedem alterações, outras aprovam logo após o envio. Quando forem solicitadas alterações, deve-se avaliar o que foi questionado e contra-argumentar se necessário, pois existem casos em que, após entender a visão do profissional, a noiva compreende as razões daquela criação do modo como foi apresentada. Por isso, é importante que quem diagrama álbuns tenha todo o embasamento técnico de design para saber defender o que foi criado.

Tem vezes em que, apesar das argumentações, não há saída e as alterações devem ser realizadas junto às demais solicitações da cliente. Fica a cargo de cada profissional estabelecer em contrato que tipos de mudanças as noivas podem realizar na diagramação do álbum. É de bom senso oferecer pelo menos uma alteração sem custo adicional. Eu solicito aos meus clientes que realizem todas as observações de uma só vez. As mudanças são feitas e apresentadas novamente; caso precise de mais algum ajuste antes de enviar para a produção do álbum, não vejo problemas. É aconselhável não permitir que a noiva mande alterações por partes ou as solicite para realizar testes. Para evitar isso é importante comunicar que as próximas alterações terão custo adicional.

Quando aprovada, a arte do álbum é encaminhada para a produção, que leva, em média, 45 dias. O prazo deve ser passado para o cliente com folga para que não crie uma expectativa em receber o álbum e ficar decepcionado porque seu fornecedor atrasou. Isso evita que o cliente fique chateado e cause transtornos a você. É mais interessante passar um prazo maior que o esperado para o cliente e poder surpreendê-lo com o álbum pronto. Com certeza, ele ficará muito satisfeito e sairá falando bem dos serviços prestados.

Em breve falarei mais sobre diagramações e colocarei mais dicas e material técnico de cada etapa desse processo para fazer um bom álbum e sempre agradar os clientes.

Fique de olho e até a próxima.

Foto: Marcelo Caetano

Sobre o autor

Marcelo Caetano

25 comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Xou de bola as informações seria melhor ainda se voce postasse videos de diagramação, mas essas informações ja ajudaram bastante, um abraço.

  • Muito lindo o álbum!! A parte que mais me aborrece no cliente é a demora na escolha das fotos para o álbum… Reclamam muito pois mando as provas em baixa. Depois disso levam semanas para escolher atrapalhando meu cronograma de trabalho. estou com uma cliente que tá me enrolando desde junho. Fiz o trabalho em maio de 2012, enviei as provas 30 dias úteis após (conforme contrato). Ela pagou 50%. Refiz o tratamento pois ela disse que as fotos estavam sem graça. Enviei novamente em julho. Ela só escolheu início de dezembro. Agora ela tá com pressa… são 25 lâminas e tenho outros trabalhos que acabei colocando na frente do dela. O que vcs me aconselham nessa situação pois os prazos do contrato foram todos quebrados e estamos na troca de emails e alguns telefonemas… aff!!
    Agradeço as dicas pois tem hora que dá vontade de vender tudo e parar de fotografar eventos sociais. Pow, tem cliente que ng merece!!

  • Olá… ou eu não entendi ou não disseram como diagramar.
    Falaram que preciso usar o lightroom (tudo bem sabemos disso)
    Falaram para usar o Photoshop ( a vá? Jura?)
    E falaram um Simples :
    “…Com esses processos finalizados, a diagramação do álbum pode começar…” (opa lá vem a informação que vim aprender aqui)
    “…Depois de diagramar o álbum, é preciso enviar para o cliente aprovar…” (Será que entrei em coma? Ou tive algum lapso de memória e perdi alguma coisa… Cadê a informação de como Diagramar?)

  • Muito bom! Infelizmente vi esse artigo só agora. Já tive vários problemas nas notas apresentadas, como o melhor programa a diagramar, quantidade de fotos para os noivos escolherem e o prazo de entrega do álbum com folga para os clientes, que a maioria dos fornecedores sempre atrasam com o prazo combinado, e quem leva é o fotografo na reclamação da demora da entrega do álbum. Mas agora confirmou minhas já duvidas e ajudou em outras futuras. Parabéns!

  • Muito bacana a interação de todos os profissionais acima…um auxiliando o outro com experiências próprias… temos uma encadernadora de albuns..enlace albuns..entregamos o álbum encadernado em até 15 dias..atendemos o Brasil todo tb.. dúvidas entrem em contato, 047-3025-3010 ou atendimentoenlace@gmail.com ótimo trabalho a todos.

  • Galera, minha esposa está gravida e estou fazendo algumas fotos que estão ficando bem bacanas e estou pensando em montar um álbum diagramado… Alguém saberia onde fazer a produção do álbum aqui no Rio de Janeiro? abraço

  • MEEEE AJUDEEEM por favor, fui encaminhar um album para a grafica, e a mesma me informou que só aceita JPEG e a exportação precisa ser feita em laminas e não em paginas. Como eu faço isso ?

  • Pra mim que estou começando agora nessa área, as informações estão sendo de grande valia, muito obrigada por compartilhar conosco seus conhecimentos.

  • Fechei um contrato com fotografo para aniversario de 15 anos da minha filha,em 09.05.15 e com 2 fotógrafos e 02 cinegrafista ,ele levou 02 filmar e 01 fotografo,já esta fora do contrato, tem 01 ano e 02 meses e o fotografo ta me enrolando,esse album contem 50 paginas,e agora ele me diz que são na verdade 25 paginas frente e verso,esta certo isso?Pra mim paginas são 01 frente e verso, não frente e verso cotam 02 paginas?
    Como contar as paginas,são padrão,ou depende do fotografo e da gráfica,me ajudem por favor.

  • Boa tarde. Eu tenho uma dúvida: no tratamento das fotos elas devem ser editadas todas iguais, com mesmo tom de contraste, brilho, etc? Como definir qual será a edição e como aplicar as mesmas configuracoes em todas as fotos?