Cinema

Filme 1917 desbanca o Coringa e ganha o Oscar de Melhor Fotografia

O filme 1917 venceu, ontem à noite (09/02/2020), o Oscar de Melhor Fotografia. Embora houvesse uma concorrência mais acirrada, principalmente, com o filme Coringa, a vitória de 1917 foi justa e merecida.

Dirigido pelo premiado Sam Mendes (Beleza Americana, 007 – Operação Skyfall), a direção de fotografia foi conduzida por Roger Deakins (Blade Runner 2049) que fez um trabalho primoroso de planejamento para o filme ser feito dando a impressão que foi gravado em apenas uma tomada contínua, sem cortes. Foram seis meses de ensaios e nove meses incluindo pesquisa para conseguir viabilizar minuciosamente as gravações.

Como revelou ao New York Times , Deakins não sabia como seria a fotografia do filme até receber o roteiro. “O Sam Mendes me ligou do nada e disse que faria algo em breve, e se ele poderia me enviar um roteiro. Li o roteiro e foi um choque, mas parecia uma maneira interessante de contar a história. A ideia era filmar como se fosse uma história em tempo real, filmada com uma única tomada”, disse o diretor de fotografia ao NYT. 

“Havia momentos em que você gravava sete minutos e aí alguém tropeçava ou um pouco de lama entrava na lente ou um dispositivo explosivo ficava fora do enquadramento e você não poderia usá-lo. A atuação podia ser maravilhosa e tudo poderia estar certo e você teria que começar a gravar a cena tudo de novo “.

Assista abaixo mais um vídeo com um pouco dos bastidores do agora vencedor do Oscar de Melhor Fotografia e que merece ser assistido por todos fotógrafos e amantes da fotografia.