Tendência

Canon está sendo processada por desativar a digitalização de fotos quando as impressoras ficam sem tinta

Os fabricantes de equipamentos fotográficos e impressão, às vezes, fazem algumas coisas sem explicação ou lógica. O caso mais recente é o da Canon nos Estados Unidos. A empresa está sendo processada, através de uma ação coletiva, por proprietários de alguns modelos de impressoras que não fazem a digitalização de fotos e nem enviam fax se os equipamentos ficarem sem tinta.

Segundo o site Bleeping Computer, o cliente da Canon, David Leacraft, entrou com o processo no dia 12 de outubro, no Tribunal Distrital do Distrito Leste de Nova York, e busca pelo menos US$ 5.000.000 (cinco milhões de dólares) em indenizações, o que exclui juros e taxas. David alega que a Canon está usando um marketing enganoso e enriquecendo ilicitamente.

Canon está sendo processada por desativar a digitalização de fotos quando as impressoras ficam sem tinta - Canon multifuncional Pixma MG6320

Segundo David, a sua impressora Canon “multifuncional” Pixma MG6320 não faz a digitalização de fotos ou envia documentos por fax se não possui tinta. Ele argumenta que, visto que a tinta não é necessária para que o dispositivo execute a digitalização ou o envio de fax, esses recursos ainda devem estar acessíveis mesmo se a tinta da impressora acabar.

“O Requerente, Davi Leacraft, não teria comprado o dispositivo ou não teria pago tanto por ele se soubesse que teria que manter tinta no dispositivo para digitalizar documentos”, alega uma parte do texto que consta na denúncia. Desde 2016, a Canon vinha recebendo a mesma reclamação de outros usuários de suas impressoras. Porém, os clientes eram orientados pelo suporte da empresa a instalar novos cartuchos de tinta para usar todas as funções da impressora.

Canon está sendo processada por desativar a digitalização de fotos quando as impressoras ficam sem tinta - Canon multifuncional Pixma MG6320

“Não há razão ou base técnica para fabricar as impressoras multifuncionais com uma função de detecção de nível de tinta que faz com que o scanner pare de funcionar quando a tinta está baixa ou vazia. A Canon projetou as impressoras multifuncionais de forma a exigir que os consumidores mantenham a tinta em seus dispositivos, independentemente de sua intenção de imprimir. O resultado é um aumento nas vendas de tintas com as quais a Canon obtém lucros significativos”, diz outro trecho da ação coletiva, que representa os interesses de David Leacraft e de todos os outros proprietários que manifestaram o mesmo problema.

A ação coletiva também aponta que, embora a Canon anuncie que suas impressoras multifuncionais incluem recursos de impressão, cópia e digitalização, não há nenhum aviso aos compradores que mostre que a tinta é necessária para usar esses recursos.

Então, se você tem uma impressora com esse tipo de limitação técnica abusiva, talvez seja hora de você também buscar seus direitos ou, no mínimo, entrar em contato com o fabricante para buscar algum tipo de reparo ou compensação. Gostou dessa matéria? Então, veja também neste link alguns aplicativos gratuitos que fazem a digitalização de fotos através do celular.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *