Artigo Fotografia de bebês

Fotografia de bebês: como registrar sorrisos?

congresso de fotografia

Quem nunca olhou para fotos de bebês e achou tudo lindo e fofinho? Muitas vezes, as pessoas acham que é simples tirar um sorriso deles e clicar esse momento de alegria. Mas, assim como os adultos, bebês e crianças também têm seus dias ruins.

sorriso

Já passei por vários momentos em que os bebês estavam “naqueles dias”. Os pais ficam, em geral, muito preocupados, achando que irão sair da sessão com um resultado ruim, pelo fato de o bebê muitas vezes chorar e pouco sorrir. Logo que chegam para as fotos, já afirmam ter de remarcar. Não vejo nisso um problema, mas não acho que devemos desistir sem antes tentar.

Em uma das vezes em que isso me aconteceu, o pequeno estava irritado, tinha dormido pouco e a mãe mencionou que desde cedo estava assim. Mas os pais queriam muito um sorriso do filho e, para isso, cada um fazia um barulho diferente, chamava o bebê de um lado e de outro. Eu sabia que aquilo não estava certo e provavelmente só estava piorando a situação. Em minhas sessões, tento sempre ter o domínio desse “chamar a atenção”, mas nem sempre os pais conseguem ficar quietos, só olhando.

Vicente (68)O desenrolar da sessão se deu de tal forma, que os pais cansaram de tentar fazer o pequeno sorrir sem sucesso. Começaram a conversar entre si, afastando-se do local em que o bebê estava. Foi então que ele sorriu: não pelo afastamento dos pais, mas pela tranquilidade em que se desenrolou o restante da sessão. Éramos eu e ele, em uma conversa calma e sem estímulos vindos de todos os lados.

A arte de fotografar crianças e bebês é encantadora. Assim como as mamães, em cada sessão me encanto com cada gesto diferente que os pequenos fazem: colocar o pé na boca, mandar beijo, dar tchauzinho… até mesmo bocejar é algo maravilhoso! Para aproveitar cada detalhe de uma sessão com bebês, utilizo a lente 50mm 1.4. Com ela, consigo fazer imagens com realce nos olhos e um desfoque que permite que a expressão do bebê seja o destaque. Também faço alguns cliques mais distantes, pegando todo o contexto em que o pequeno se encontra.

Apesar de acreditar que uma boa sessão de bebês não é necessariamente aquela em que a criança sorriu em todos os cliques, não acho que seja um desafio inalcançável. Agora vocês me perguntam: “Qual é o segredo para fazer o bebê sorrir?” Bem, não é tão simples quanto falar “sorria!”

O bebê começa a desenvolver o chamado “sorriso social” entre dois e quatro meses de idade. Antes disso, o sorriso é apenas um reflexo ou uma imitação de outro sorriso. O sorriso social significa que o bebê começa a sorrir quando você faz alguma graça ou chama sua atenção, demonstrando felicidade. A partir dessa fase, a criança começar a fazer barulhos com a boca e parece querer conversar com quem lhe dirige a palavra.

File1

Acredito que, acima de tudo, o fotógrafo precisa se encantar com os bebês e conhecer as fases de seu desenvolvimento. É preciso ser apaixonado por esses seres tão fofos! Em minhas sessões com bebês, estou o tempo todo conversando com eles e sorrindo também (sou daquelas que muda a voz para falar com os pequenos, canto Galinha Pintadinha ou qualquer outra coisa que chame a atenção!).

Lembre-se sempre de ser simpático também com os pais: em um contato inicial com eles, procuro conhecer um pouco da família, saber como é o bebê, seu temperamento e suas rotinas. Minhas sessões com bebês costumam durar cerca de 1 hora, levando em consideração que, se for preciso pausas para mamar ou até mesmo dormir, elas serão respeitadas.  De uma forma geral, não me importo com que os pais acompanhem bem de pertinho toda a sessão, interagindo com os pequenos – mas acredito que, em alguns casos, é preciso pedir que a atenção fique centrada em mim, visto que, como mencionei antes, muitos estímulos deixam o olhar do pequeno perdido e podem até mesmo irritá-lo.

Para finalizar, algumas dicas para quem fotografa ou pretende fotografar esses seres tão encantadores: faça algumas imagens mais fechadas e outras mais abertas. Busque capturar a expressão dos pequenos de diversos ângulos, mas nunca se esqueça: o foco nos olhos é fundamental (lembre-se que os olhos também demonstram sentimentos!). Por fim, expresse sua felicidade em estar congelando um momento tão especial. De nada adianta você buscar sorrisos se você não procura fazer daquele momento um momento feliz!

DSC_0757-2

montagem_banner_newborn

Sobre o autor

Thais Bronislawski

Fotógrafa especializada em gestante, newborn e bebês. Formada em psicologia, apaixonada pela infância e pelas descobertas feitas pelos bebês a cada mês que passa, Thais Bronislawski trabalha há mais de 3 anos com fotografia infantil. Vive em Guarapuava (PR)

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!