Dicas de Fotografia

Arquivo JPG é vendido por US$ 69 milhões com a ‘NFT Mania’

Ontem, escrevi um artigo sobre o que são os tokens NFT e como fotógrafos podem ganhar dinheiro com essa nova tecnologia revolucionária. Demos, inclusive, um exemplo da venda de uma imagem da fotógrafa Kate Woodman, que vendeu uma fotografia NFT “Always Coca Cola” por mais de US$ 20 mil (vinte mil dólares). Quando divulguei o texto nas redes sociais muitos seguidores acharam incrível as novas possibilidades com os NFTs e ficaram impressionados com o que as pessoas estão dispostas a pagar por uma obra absolutamente digital.

Hoje, trago outro exemplo ainda mais impressionante. Para mostrar que o potencial de faturamento e vendas de fotografias NFT pode ser infinito, um arquivo “.jpg” de uma obra digital foi vendido através de um token NFT pode nada menos que US$ 69 milhões, cerca de 383 milhões de reais. É a maior venda de uma obra digital já feita na história.

Esta é a obra de Arte Digital ’Everydays: The First 5.000 days’, do artista Beeple,
que foi vendida por US$ 69 milhões através de um token NFT

Como foi feita a obra digital mais cara da história

A obra de arte digital foi criada ao longo de 5.000 dias pelo artista americano Mike Winkelmann, o Beeple. Com 21.069 x 21.069 pixels, a obra batizada de “Everydays: The First 5.000 days”, é uma colagem de desenhos feita por Beeple e publicados em seu Instagram diariamente, sem interrupção, durante 13 anos (2007-2021). Beeple é um designer gráfico que produz imagens irreverentes sobre o cotidiano dos Estados Unidos, como se fossem cartuns de um jornal. Ele já trabalhou, por exemplo, com grandes marcas como Louis Vuitton e Nike, e artistas, como Katy Perry e Justin Bieber.

O token NFT da obra foi vendido pela famosa casa de leilões Christie’s. O leilão começou com o valor de 100 dólares, e após 180 lances dados durante 2 semanas, o “.jpg” foi vendido por 69 milhões de dólares, cerca de 383 milhões de reais. O valor é um novo recorde para uma obra de arte que existe apenas digitalmente.

O motivo como você deve imaginar deve-se a tecnologia NFT, que certifica e garante 100% a autenticidade de uma obra digital, ou seja, é um artigo único, que não haverá outro igual. E isso é só o começo! Para não ficar fora desta revolução tire um tempo livre para pesquisar mais no Google e Youtube e ficar por dentro de como você pode criar os tokens NFT de fotografia e como vende-los. Até a próxima!

Sobre o autor

Altair Hoppe

Altair Hoppe é CEO da iPhoto Editora. Jornalista, é autor da série best-seller dos livros Adobe Photoshop Vol. 1, Vol. 2, Vol. 3, Vol. 4 e do livro Fotografia Digital Sem Mistérios. Também é autor dos DVDs Photoshop Dicas & Truques – Vol. 1 e Vol. 2. É membro da National Association of Photoshop Professional – USA, ministra palestras e seminários para universidades e cursos "in company" por todo o país. Foi consultor do quadro Detetive Virtual, do Fantástico (Rede Globo) e também participou de alguns episódios do programa Encontro com Fátima Bernardes. É diretor da iPhoto Editora.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário