fotografia mobile

Aplicativo gratuito grava fotos em alta resolução de sessões feitas por vídeo chamada

Muitos fotógrafos, em todo o mundo, tiveram que improvisar durante o confinamento fazendo sessões de fotos remotas com celular por vídeo chamada. E não diferente com o fotógrafo Tim Dunk, que fez mais de 300 sessões de fotografia FaceTime nos últimos meses. Porém, depois de tantos ensaios ele conseguiu melhorar bastante a qualidade final das imagens. No começo, Dunk usava o FaceTime, que apresentava um bom resultado, considerando a maneira como as sessões eram fotografadas. As imagens tinham aquele visual retrô granulado e instantâneo. No entanto, agora o fotógrafo britânico compartilha como ele encontrou uma maneira de capturar imagens usando a resolução nativa completa do telefone celular. 

A técnica é simples. Dunk usa um aplicativo gratuito chamado CLOS, que funciona muito melhor que o FaceTime. Esse método está disponível apenas para usuários de iPhone e iPad e exige que o fotógrafo e o sujeito sejam proprietários de um desses dispositivos iOS, atualizados para a versão mais recente do software (nota: assim que encontrarmos um aplicativo similar para Android, imediatamente faremos outra matéria). Depois que o fotógrafo e o cliente tiverem baixado o aplicativo, você poderá configurar uma sala virtual e compartilhar o link com seu modelo ou cliente. Depois que eles ingressam, vocês dois estão em uma vídeo chamada e podem tirar fotos e vídeos usando a câmera do telefone da pessoa. As imagens ou vídeos criados são salvos diretamente no rolo da câmera, o que significa que você não precisa realmente gravar nada da sua câmera, apenas as imagens feitas com a câmera do cliente serão gravadas. Dunk lembra também que para fazer as sessões o cliente precisa fixar bem o telefone. Há várias maneiras de o telefone ser fixado, sendo o mais fácil ser colocado em um pequeno tripé móvel, mas se isso não for algo que seus clientes ou modelos possuam, Dunk observa que seu método favorito é pedir aos clientes que amarrem o telefone a um “lata de feijão com uma gravata”. Qualquer uma das técnicas funcionará.

Quando terminar a sessão de fotos, peça ao seu cliente para compartilhar as imagens com você, usando um dos aplicativos de transferência de arquivos, como Dropbox, Google Drive ou WeTransfer. Dunk recomenda não usar a opção de compartilhar o álbum no aplicativo de fotos do telefone, pois isso diminuirá a resolução dos seus arquivos. Se você quiser saber mais sobre o modo de fotografar de Dunk, visite o site dele.

Fonte: Fstoppers / Fotos: Tim Dunk