Advinha o que as pessoas querem na próxima câmera dos smartphones?

Foto: Pexels

As câmeras dos smartphones, a cada nova versão e modelo, têm tido um avanço fantástico. Cada vez mais os fabricantes adicionam maior resolução e diferentes câmeras para captação em diferentes ambientes e distâncias focais. Porém, será isso que os consumidores mais precisam ou querem? Um estudo da organização BlinkAI descobriu o que realmente é importante para a maioria das pessoas quando falamos em fotografia em smartphones.

Leia também: Qual a melhor câmera de celular do mundo? Site faz teste e resultado é surpreendente

A BlinkAI fez uma pesquisa com mais de 1.000 proprietários de smartphones nos Estados Unidos, sendo 55% de usuários de iPhone (iOS) e 45% de Android. Segundo o estudo, ter uma câmera melhor não é tão fundamental quanto ter uma melhor duração da bateria, mais armazenamento integrado e um processador mais rápido. Ou seja, a maioria das pessoas preferem outros recursos do que ter fotos e vídeos de melhor qualidade.

Usuários querem melhor captura de fotos à noite

Quanto perguntados especificamente sobre que recursos deveriam ser melhores, a maioria dos usuários afirmaram que os aprimoramentos mais importantes das câmeras seriam, primeiro, melhorar qualidade de imagem à noite, e em segundo lugar o zoom ótico 5x. Gravar um vídeo de 8K e ter mais de duas câmeras nos smartphones realmente não interessa à maioria dos compradores, como mostra o gráfico abaixo:

O desejo dos consumidores na melhoria da qualidade de captação das fotos e vídeos à noite vem da sua decepção com os recursos presentes, atualmente, nos aparelhos. O percentual de pessoas insatisfeitas, segundo a pesquisa, com a qualidade das fotos feitas à noite é quase 6 vezes maior do que as fotos feitas durante o dia com os celulares. Veja abaixo o gráfico com os dados:

Estudos como esse são importantes para os fabricantes de smartphones entenderam o que realmente importa para os consumidores e para onde devem caminhar os novos modelos. E isso têm sido fundamental para a evolução assombrosa do mercado de fotografia com smartphones. Caminho semelhante deveria ser seguido por fabricantes de câmeras fotográficas tradicionais, como Canon, Nikon e Sony. Assim a é imensa a diferença entre a necessidade de recursos dos fotógrafos e a realidade dos equipamentos oferecidos pela indústria seria bem menor.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *