Tendência

5 pilares para ter um negócio de fotografia de sucesso

5 pilares para ter um negócio de fotografia de sucesso
Foto: Mukesh Mohanty / Pexels

Muitos fotógrafos acreditam que para ter sucesso na fotografia, basta ser um fotógrafo talentoso e criativo. Mas isso não é verdade. A criatividade é apenas um dos pilares de um negócio de sucesso na fotografia. Não importa quanto sucesso você tenha, já teve ou terá, haverá um momento na sua carreira que seu negócio na fotografia entrará em crise e você ficará tentando descobrir o que está acontecendo, por que a crise bateu a sua porta.

Mudanças no cenário econômico e político do país podem afetar seu negócio, como também uma crise sanitária inesperada, como estamos vivendo desde o ano passado. Quando isso acontece, a melhor coisa a fazer é voltar ao básico e reavaliar tudo o que você está fazendo.

Nos bons tempos, a medida que seu negócio na fotografia cresce, automaticamente, você terá mais clientes, mais ensaios e também mais trabalho em tarefas como comunicação e edição. Não à toa, fotógrafos ficam horas e horas na frente do computador selecionando as melhores fotos dos ensaios para enviar para os clientes aprovarem ou fazendo a edição, retoque e diagramação das imagens. Com tantas tarefas simultâneas, outras áreas do seu negócio acabam sendo negligenciadas ou deixadas de lado.

Foto: Studio Negarin / Pexels

E quando a crise aparece, talvez você descubra, da pior maneira, que deixou de lado ações fundamentais para seu negócio na fotografia prosperar de forma mais consistente. Por isso, segundo a fotógrafa Vanessa Joy, você precisa ficar sempre atento aos 5 pilares de um negócio de fotografia de sucesso, que são:

  1. Capacidade de comunicação – Sua habilidade de se relacionar e se comunicar de forma clara, precisa e encantadora com as pessoas é um diferencial. Se você tem dificuldades em se comunicar ou entender seus clientes, tente aprimorar essas habilidades lendo os livros: O corpo Fala, Mindset: A nova psicologia do sucesso e Como fazer amigos e influenciar pessoas.
  2. Marketing – Seu trabalho precisa ser visto. Vanessa sugere investir 10% do seu lucro mensal em divulgação, que não necessariamente seja apenas em impulsionamento no Instagram ou Facebook. Essas mídias estão saturadas e todos fotógrafos já fazem isso. Tente investir seu dinheiro em um tipo de divulgação mais criativa e exclusiva. Por exemplo, você poderia produzir mini-álbuns ou, ao menos, imprimir umas 10 fotos avulsas do seu trabalho e deixar em consultórios médicos, clínicas odontológicas, lojas de locação de vestidos e roupas, floriculturas, etc. Em troca, você pode fazer gratuitamente algumas fotos para esses parceiros de divulgação.
  3. Criatividade – Encontre um estilo de fotografia que você goste de fazer. Muitos fotógrafos atualmente só querem copiar o estilo do que todos os outros fotógrafos estão fazendo no mercado. Mas daí a pergunta é: qual será o seu diferencial aos olhos dos clientes? Nenhum. Assim, o cliente escolhe o fotógrafo pelo menor preço. E você, obviamente, não quer ser escolhido por ter o preço mais barato, mas sim ter ter um olhar diferenciado, com uma forma mais exclusiva de iluminar, compor e dirigir. Então, seu caminho é encontrar um estilo de fotografia que você realmente goste, ame enlouquecidamente e aprimore ele cada vez mais.
  4. Finanças – Defina um orçamento e tenha controle sobre os seus gastos. Fotógrafos geralmente são péssimos em gestão financeira, e por isso, muitos acabam levando seu negócio a falência. E o problema não é o quanto faturam, mas sim, o quanto gastam. Por isso, controlar suas despesas é tão importante quanto obter mais receitas. Então, monte uma planilha e controle diariamente seu dinheiro. Parece complicado, mas é mais simples do que você imagina. Na internet existem dezenas de planilhas de fluxo de caixa gratuitas. Dá um Google e escolha uma.
  5. Produto – Tenha certeza de estar entregando um produto excelente para seus clientes. Muitos clientes acabam não voltando a trabalhar com você porque receberam um álbum diferente do que imaginavam, com falhas de impressão, rasura, manchas, cheiro de cola, arranhões, cores desbotadas, etc. Então, fique sempre revise minuciosamente os álbuns antes de entregar aos clientes. E dias depois de entregar, entre em contato com o cliente veja se ele ficou satisfeito com o material.

Ajude o iPhoto Channel

Se gostou desse post compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais (Instagram, Facebook e WhatsApp). Há quase 10 anos produzimos diariamente 3 a 4 artigos para você ficar bem informado de forma gratuita. Nunca cobramos qualquer tipo de assinatura. Nossa única fonte de receita são os anúncios do Google Ads, que são exibidos automaticamente ao longo das matérias. É com esses recursos que pagamos nossos jornalistas e custos com servidores, etc. Se puder, nos ajudar compartilhando sempre os conteúdos, agradecemos imensamente. Os links para compartilhamento estão no começo e fim deste post.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *