Selfie

Garota morre fazendo selfie e família tem que pagar indenização à empresa de trem

'Essa gente não deve ter filhos para ser capaz de fazer uma coisa dessas', disse a mãe da menina | Foto: Mark Baert
Livro de Fotografia Poses Perfeitas

Por mais inacreditável que possa parece, isto é algo que está se tornando muito sério: pessoas estão morrendo ao tentar fazer “a selfie inesquecível”. O governo russo até já criou um programa educativo pró selfie-segura. Desta vez, a tragédia foi na Bélgica. E pior: a família está sendo responsabilizada por pagar indenização.

'Essa gente não deve ter filhos para ser capaz de fazer uma coisa dessas', disse a mãe da menina | Foto: Mark Baert
‘Essa gente não deve ter filhos para ser capaz de fazer uma coisa dessas’, disse a mãe da menina | Foto: Mark Baert

A garota de 12 anos Charlotte Nuñez morreu em julho de 2014 na estação de Groenendaal, a cerca de 15 quilômetros de Bruxelas, ao ser atingida por um trem a 150km/h enquanto fazia selfies em uma área proibida perto dos trilhos. A companhia belga de transportes ferroviários (SNCB) está cobrando 19 mil euros (R$ 84,9 mil) da família da jovem. O caso ganhou as páginas dos jornais locais nesta semana, depois do deputado socialista David Geerts criticar a atitude da SNBC no Parlamento.

A menina foi atingida pelo trem quando fazia selfie perto do trilho
A menina foi atingida pelo trem quando fazia selfie perto do trilho

A mãe da menina, Carla Claeys, conta que a SNBC entrou em contato com a família em novembro de 2014, quatro meses depois o ocorrido. Através de uma carta, a empresa oferecia seus pêsames, mas também já adiantava que, de acordo com a lei os pais seriam responsabilizados pelos danos causados pelo acidente provocado pela filha, por ela ser menor de idade.

Os pais de Charlotte dispõem de um seguro familiar que cobre danos a terceiros, por isso não precisarão pagar diretamente os custos. Mas, obviamente, criticaram a falta de sensibilidade da SNCB. “Quando você recebe uma carta como essa, listando os desgastes causados pela morte de sua filha, é um duro golpe. Essa gente não deve ter filhos para ser capaz de fazer uma coisa dessas”, disse Claeys.
banner_lightroom

Em agosto deste ano, a família recebeu uma segunda carta com a fatura detalhada dos desgastes relacionados, entre eles o custo da evacuação de 200 passageiros e da suspensão do tráfico ferroviário por cerca de seis horas e meia.

FONTE: BBC

banner_fineart


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Palavras-chave
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Livro Poses Perfeitas

Receba as novidades por e-mail

error: Content is protected !!