Fotografia de rua Fotojornalismo

Fotógrafo tem câmera quebrada pela PM durante manifestação em São Paulo

Foto: Eduardo Figueiredo /Midia NINJA
Foto: Eduardo Figueiredo /Midia NINJA
Livro - Fotografia de Bebês

Enquanto cobria uma manifestação contra Michel Temer, no centro de São Paulo, Vinícius Gomes e outro fotógrafo, que estavam trabalhando, foram presos e agredidos pelos policiais. Segundo o site G1, a câmera do fotógrafo Vinícius Gomes foi completamente destruída pela PM, não sobrou nem uma parte para ser recuperada.

Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo

A truculência da Polícia Militar de São Paulo é um caso que se repete, inclusive já deixou fotógrafo sem olho. Em 2013, o fotojornalista Sérgio Andrade da Silva perdeu um olho quando cobria uma manifestação, acertado por uma bala de borracha. O fotojornalista Alan Marques, da Folha de São Paulo, comenta o caso nesta entrevista exclusiva.

As manifestações ocorrem contra a aprovação do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef. Pela terceira vez o PMDB assume o cargo sem ganhar uma eleição. Foram 61 votos a favor contra 20. Na bancada do Senado, as mais diversas desculpas como Deus e a família tradicional brasileira. Políticos com ficha criminal extensa condenaram uma politica sem crime. O Brasil foi as ruas e as imagens são o que retratam esse momento.

Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
iPhoto-Rodrigo Zaim-R.U.A Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A Foto Coletivo

Durante a fase final do julgamento realizado na segunda-feira,30 de agosto, enquanto a ex-presidente Dilma Roussef se defendia perante o Senado, bombas de efeito moral e gás lacrimogênio reprimiam uma manifestação contra Michel Temer, em São Paulo. Os movimentos Frente Povo Sem Medo e Brasil Popular que encabeçavam o ato, reagiram atirando objetos nos policiais e fazendo barreiras de lixo queimado.

Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo4
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo4

Toda vez que os manifestantes tentavam se reagrupar, a policia reagia de forma agressiva. Um homem que passava de bicicleta gritou “Viva a PM” e foi agredido por manifestantes, mas conseguiu fugir. Um grupo ligado ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) realizou um ato na manhã de terça-feira (31) que bloqueou a Marginal Tietê, usando pneus em chamas. As fotos do R.U.A Foto Coletivo e Drago mostram os momentos de tensão e resistência dos manifestantes.

Foto: Drago
Foto: Drago
Foto: Drago
Foto: Drago
Foto: Drago
Foto: Drago

Quarta-feira, 31 de agosto, tornou-se um dia marcado pela aprovação do impeachment da agora ex-presidenta Dilma Roussef. Os protestos que já aconteciam a seu favor ganharam força, se disseminando pelo país. No momento da aprovação, o fotógrafo Pedro Chavedar, da Vice, estava junto a um grupo de pessoas que comemoravam em frente ao prédio da Fiesp, na Avenida Paulista, em São Paulo, por volta das 13h. Nas fotos de Chavedar, é possível perceber que uma “festa” estava acontecendo. Além de muitos xingamentos misóginos, rojões, buzinaço, bolo, vinho e champanhe a “comemoração” não passava de 30 pessoas.

Foto: Pedro Chavedar
Foto: Pedro Chavedar
iPhoto - Vice - Chavedar -2
Foto: Pedro Chavedar
Foto: Pedro Chavedar
Foto: Pedro Chavedar

Na parte da noite, as manifestações se intensificaram em diversas cidades do país como Florianópolis, Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Todas com violência e confrontamento da polícia, muitas agressões iniciadas com a “tentativa” de dispersar os manifestantes, quando esses possuem o direito de ocupar as ruas para protestar.

Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo7
Foto: Jardiel Carvalho/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Foto: Rodrigo Zaim/R.U.A. Foto Coletivo
Livro - Iluminação
Eliza Doré

Eliza Doré

Eliza Doré é assessora de comunicação da iPhoto Editora e escreve para o iPhoto Channel. Formada em Jornalismo pela Univali, já estudou fotografia documental na Argentina. Conheça outros projetos paralelos: lizzadore.tumblr.com

1 comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title
  • SITE-vertical.png

Receba as novidades por e-mail