Câmeras, lentes e iluminação Equipamentos de fotografia

Como funcionam e se movem as lentes Tilt-Shift?

Foto: BL Blog - www.borrowlenses.comt
Como montar a pose perfeita

Recentemente a Nikon lançou uma nova lente Tilt-shift, o que despertou a curiosidade de muita gente por se tratar de uma lente visualmente diferente das outras. Mas para que serve essa lente? Bom, hoje em dia o tilt-shift é conhecido como um método de pós-processamento que faz com que as cenas pareçam miniaturas, onde se aplica um desfoque na maior parte da imagem, deixando uma parte nítida. Podemos começar por aí…

iphoto-como-funcionam-lentes-tilt-shift3
Foto: Wikimedia

O método de pós-processamento tem esse nome graças ao tipo de lente que faz isso acontecer na câmera. O vídeo abaixo explica bem do que se tratam as lentes, com boas imagens de demonstração (em inglês). Leia a seguir a explicação traduzida.

Lentes Tilt-shift são caras, peças técnicas de arte que fazem exatamente o que o nome delas significa em inglês – inclinação (tilt) e deslocamento (shift). Estas lentes se movem de forma que a maioria das lentes não consegue. Há duas maneiras de movimentar a lente tilt-shift, e cada um dá um resultado diferente.

Inclinar a lente em relação ao plano do sensor é chamado de Tilting. Deslizar a lente perpendicularmente ao plano do sensor é chamado Shifting. Lentes tilt-shift usam um mecanismo para refletir uma imagem maior para o sensor, o que permite que estes movimentos façam as mudanças na foto.

TILT

A inclinação (tilt) refere-se à profundidade de campo. É a ação responsável pelo efeito em miniatura que se tornou popular nos últimos anos, assim como alguns truques não convencionais de profundidade de campo em retratos. Ela pode ser usada também para manter os elementos em uma imagem nítidos que não estariam no mesmo plano focal numa lente comum. Outra ótima maneira de usar a lente de tilt-shift para retrato é usá-la com o famoso método Brenizer. Veja o tutorial:

SHIFT

O deslocamento (shift) é a razão pela qual a maioria dos fotógrafos de arquitetura tem pelo menos uma dessas lentes em seu kit. O shifting combate a distorção da perspectiva, que é de vital importância nesse setor.

O que é vertical precisa ser vertical – ou o fotógrafo pode acabar lidando com um arquiteto descontente. A lente pode ser deslocada para que as linhas fiquem paralelas ao plano do sensor. Veja:

Fonte: SLR Loung, BL Blog


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Livro - Fotografia de Bebês
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

1 comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail