Dicas de Fotografia

Site ensina 52 dicas para fotografar gatos

Fotos: Andrei Salokhin
Fotografia de gestantes em estúdio

Animais de estimação são excelentes motivos para estudos fotográficos e abrem caminho para um interessante mercado: o da fotografia pet. Claro que muita gente nem pensa nas implicações econômicas dessa atividade – o que querem mesmo é se divertir clicando e compartilhando imagens dos seus bichinhos.

Porém, não custa nada sair do trivial e aprimorar um pouquinho o hobby. Uma busca simples na web e você vai encontrar muita informação sobre como melhorar o nível das suas imagens. Fãs de gatos, por exemplo, têm até um segmento próprio, a “cat photography”. Se duvida, dê uma olhada no Google (e clique aqui para ler algumas dicas profissionais de um craque nesse estilo).

Um apaixonado pelos bichanos resolveu facilitar um pouco mais as coisas e reuniu num único post nada menos que 52 dicas para aficionados pelo tema. Andrei Salokhin é um desenvolvedor de websites que vive na Bielorrússia, no leste europeu, e é o feliz proprietário de Simba, um gato-de-bengala (ou bengal) que adotou em novembro de 2015.

Andrei começou a postar fotos do pet nessa mesma época e atualmente possui 26 mil seguidores em sua conta no Instagram. A experiência o estimulou a escrever as dicas sobre fotografia de gatos. Em seu site, há um infográfico listando todas as 52 dicas (está em inglês). No geral, são ideias básicas que servem especialmente a quem está começando a importunar seus bichinhos com a câmera. Elas receitam paciência, planejamento, capacidade de antecipação e envolvimento com o motivo. Algumas ideias, porém, são mais elaboradas, como caprichar no cenário (“fotos de filhotes com um background são 29% mais populares do que fotos sem um plano de fundo”), desabilitar o “clique” do disparo do obturador (“Sons, juntamente com o flash da câmera, podem assustar o pet e estragar sua foto”), manter o sol atrás do fotógrafo (“e a luz na face do animal”) e usar algum modo automático, como “esportes”, para congelar a ação do bichano (“também é recomendável tirar uma série de fotos em sequência”). Por último, Andrei recomenda: “Não seja preguiçoso, analise duas fotografias de gatos!”

Evidentemente, todas as dicas são ilustradas com imagens de Simba. Fique com algumas delas:

Fotos: Andrei Salokhin

Be-invisible-cat-photography

be-ready-cat-photography-simba

context-of-the-photo-cat-photography

Surprise-them-cat-photography

 

Livro - Fotografia de Bebês
Alcides Mafra

Alcides Mafra

Jornalista e colaborador do iPhoto Channel ([email protected])

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title

Receba as novidades por e-mail