Colunistas Dicas de Fotografia

8 dicas para manter suas lentes em bom estado e sem fungos

É preciso cuidar das suas lentes da forma correta | Foto: Pexels
Black Friday Antecipada

Fungos e arranhões são coisas que assombram quem tem objetivas fotográficas. Por isso separei aqui 8 atitudes necessárias para você manter suas lentes sempre novas e sem problemas.

1. Quanto mais uso, melhor

Sem sobra de dúvidas, a melhor forma de manter suas lentes livre de fungos é usá-las. Se tem uma coisa que aprendi na faculdade de biologia e aplico na fotografia é que fungos adoram ambientes úmidos e escuros, então deixar a luz passar pelos elementos óticos é uma boa garantia de limpeza.

2. Banho de luz!

Quando falamos de fotógrafos profissionais, sabemos que o equipamento está em constante uso, então as chances de aparece fungo são menores. Mas se você é um fotografo que usa pouco seu equipamento, o ideal é você dar um banho de luz nas suas lentes de tempo em tempo. E essa frequência vai depender se sua região é mais ou menos úmida, mas pelo menos 1 vez por mês esse banho de luz seria bacana.

As objetivas tomando um banho de luz | Foto: Antonio Neto

Algumas coisas que devemos levar em consideração é que banho de luz NÃO é banho de sol, portanto nada de deixar suas lentes expostas à luz solar direta, pois o excesso de calor pode dilatar os componentes e desalinhas os elementos, além de ressecamento das borrachas. Também de nada adianta você colocar suas objetivas debaixo de luz e deixá-las tampadas.  Para quem usa Nikon, precisa prestar atenção no diafragma, pois quando as objetivas são removidas do corpo da câmera, o mecanismo do diafragma se fecha automaticamente, impedindo a luz de passar pelos elementos.

Abra manualmente o diafragma das objetivas Nikon mais modernas | Foto: Antonio Neto

Nesse caso, você precisa abrir manualmente o diafragma através de uma alavanca na parte traseira da objetiva e pender com alguma fita (gambiarra simples). Usuários Canon podem ficar despreocupados, pois o padrão EOS sempre deixa o diafragma na maior abertura quando desacoplada da câmera.

3. Filtro UV pode ser um problema!

Os raios UV emitidos no espectro de luz tem ótima ação germicida e ajudando a matar os fungos e, ao contrario do que muita gente pensa, o filtro UV não serve apenas para proteção contra poeira e danos mecânicos, mas também bloqueia os raios UV. Portanto, pode ser uma chance a mais aos fungos!

4. Bolsa só serve para transporte

Essas bolsas com compartimentos para equipamentos são muito boas para transportar os equipamentos, porém guardá-los por grandes períodos pode não ser uma boa ideia. Principalmente se sua região chove muito: os tecidos e espumas usados na fabricação dessas bolsas podem reter a umidade. Além disso, não deixam a luz passar, tudo que os fungos mais adoram!

5. Guardar equipamento em lugar seco e claro

Caixas plásticas transparentes são excelentes pedidas para guardar equipamento, pois não retém umidade e deixam o equipamento sempre em contato com luz. Você ainda pode deixar dentro dessas caixas algum produto anti-mofo, desumidificador á base de sílica gel ou cloreto de cálcio facilmente encontrados na sessão de limpeza dos supermercados num valor muito barato (R$5 à R$ 10). Ainda existem empresas que fabricam câmaras desumidificadoras com controle de temperatura, porém a um valor inacessível para pobres mortais. Agora se você dá uso constante ao seu equipamento, basta deixar em uma prateleira ou estante que recebe luz boa parte do dia.

6. Lenspen, flanela, e bombinha Fuc Fuc

Esse trio com certeza é tudo que você precisa para fazer a limpeza de suas objetivas. O primeiro passo é soprar com a bombinha fuc fuc para tirar a maioria dos grãos de poeira e depois passar levemente uma flanela seca em movimentos do meio para as extremidades da lente. No caso de marcas de dedos e gordura, o ideal é usar a lenspen que vem com uma das pontas um acessório impregnado com grafite em pó não abrasivo, que tem propriedade de absorver a gordura e finalizar a limpeza com a bombinha. Apesar de recorrermos várias vezes à camiseta para limpeza rápida durante algum trabalho, essa prática não é recomendada, pois alguns tecidos pode desgastar uma camada de verniz chamada coating prejudicando assim a nitidez da objetiva.

7. Usar sempre parassol

Este acessório deveria ser chamado de parachoque, pois além de evitar flare ele também protege as objetivas contra danos mecânicos (até mais do que filtros UV).

8. Quarentena em equipamento contaminado

Apesar de todos os seus cuidados, eis que um dia você notou que sua lente está com fungos. E agora? Se caso esse fungo for um pontinho muito pequeno, é bem provável que ele não interfira na imagem produzida pela objetiva. Neste caso, o que se deve fazer é separá-la do equipamento e deixá-la pegando luz por alguns dias. Isso não vai fazer a colônia de fungo retroceder, porém vai matá-la e impedir que se desenvolva ainda mais. Agora caso esse fungo tenha tomado boa parte da lente e dado um aspecto de nevoa ou algodão, aí só mesmo a assistência técnica para salvar!

O aspecto do fungo na lente

Dois vídeos interessantes onde mostro melhor os processos:

Como Limpar lentes fotográficas

Como guardar equipamentos fotográficos


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Antonio Neto

Antonio Neto

Antonio Neto é colunista do iPhoto Channel. Doutor em biologia pela Universidade Federal do Paraná, faz da fotografia mais de que uma profissão, um estilo de vida, um estado de espírito. Professor no curso de Extensão em Fotografia da Unifil e Iapec de Londrina no PR. Fotografa desde a adolescência e profissionalmente desde 2009 na área social. Tem como hobby a fotografia de rua, retratos, paisagens noturnas e macrofotografia. Fundador e apresentador do canal Câmera Velha, dedica boa parte do seu tempo livre tanto na captura em película quanto nos processos químicos da revelação analógica. Ainda é colecionador assíduo de câmeras antigas possuindo mais de 100 modelos diferentes . É membro diretor do Foto Clube de Londrina o qual é associado desde 2011. Possui várias obras aceitas em salões e bienais de arte fotográfica além de várias premiações em concursos nacionais e internacionais.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail