Dicas de Fotografia Retrato

5 dicas para melhorar seus retratos

Foto: Ben Davis
Como montar a pose perfeita

Fotografar as pessoas pode ser extremamente gratificante. Há um enorme prazer em capturar um retrato atraente, não apenas para o fotógrafo, mas para o sujeito e o espectador também. O bom é que a arte do retrato é relativamente simples de dominar, mas há algumas armadilhas que você pode encontrar pelo caminho. Para evitar os erros comuns que muitos fotógrafos cometem, o fotógrafo Ben Davis listou 5 detalhes importantes que devem ser considerados na hora de fazer um retrato.

1. Iluminação

Para retratos mais lisonjeiros, você vai querer usar uma iluminação mais suave. Não só a pele parece mais suave, mas a gradação entre as áreas claras e as sombras fica menos perturbadora diante do espectador. Para usar luz suave em seus retratos você precisa evitar fontes de luz dura, como o sol direto ou o flash incorporado da sua câmera.

Uma das melhores fontes de iluminação suave é usar a luz através de uma janela. Isso produzirá um aspecto lisonjeiro e você pode controlar facilmente a exposição para que o resto da sala fique na sombra. No hemisfério sul, você obterá a iluminação mais brilhante de qualquer janela virada para o norte, o que significa que você pode usar um ISO baixo para ganhar mais qualidade na imagem. Caso o sol esteja brilhando diretamente através da janela, então você pode suavizar a luz com uma cortina.

Foto: Ben Davis

Se você estiver tirando retratos ao ar livre em um dia ensolarado, você obterá os melhores resultados se o seu modelo estiver afastado do sol. Não apenas você evitará qualquer luz mais forte e distrativa que crie sombras no rosto do seu sujeito, mas a luz do sol irá adicionar destaques e ajudar a criar a separação do fundo. Para ajudar a iluminar o rosto e adicionar um brilho nos olhos, você deve usar um rebatedor para refletir a luz em direção ao modelo. O rebatedor é um acessório realmente útil e acessível, mas se você não possui um, você pode usar um grande pedaço de cartão branco (ou isopor).

Foto: Ben Davis

Outra maneira de criar iluminação suave, mas com mais controle é usar um flash e um modificador de luz como um softbox ou disparar através de uma sombrinha. Você precisará de um flash, um par de disparadores sem fio, um tripé e o modificador escolhido, mas com esta configuração você pode criar retratos de aparência profissional em qualquer local. Você não precisa depender do sol e pode posicionar sua fonte de luz suave em qualquer lugar sobre seu sujeito para criar uma variedade de efeitos.

Foto: Ben Davis

2. Configurações da câmera

A pedra fundamental de um retrato realmente envolvente depende de uma profundidade de campo superficial. Isso ajuda a desfocar o fundo, concentrando a atenção no sujeito e minimizando as distrações. A maneira mais fácil de controlar a profundidade de campo em suas imagens é usar a prioridade de abertura (A ou Av nas opções de modo da câmera). Neste modo, você seleciona a configuração de abertura e sua câmera controla a velocidade do obturador para oferecer uma exposição balanceada. Para criar um bom fundo suave e desfocado, você precisa trabalhar com um número f/ mais baixo. Em uma lente de kit padrão, isso pode estar em qualquer lugar entre f/3.5 – f/6.3, dependendo da marca e do modelo. Quanto menor for o número f/, mais desfocagem de fundo você alcançará. Algumas lentes mais avançadas oferecem configurações de abertura de f/1.8, f/1.4 ou f/1.2, mas nessas configurações extremas pode ser mais difícil focar com precisão.

Foto: Ben Davis

A distância focal da sua lente também tem um impacto sobre o vazio do fundo do seu retrato. Com uma lente grande angular, é difícil conseguir um borrão de fundo agradável, mas com distâncias focais maiores cria-se uma maior compressão dos planos, enfatizando o bokeh. Muitos fotógrafos acham que a lente 50mm f/1.8 é ideal para retrato e uma ótima opção para expandir seu kit, pois é versátil e acessível.

3. Foco

Para ajudar seu retrato a se conectar instantaneamente com o espectador, você precisa definir o foco para que os olhos sejam a parte mais nítida da imagem. À medida que as pessoas posam para o retrato, seu assunto será estático e, portanto, você deve usar o modo de foco único da câmera. Em uma Nikon, é o ‘AF-S’ e em uma Canon é chamado de ‘One Shot’; outros fabricantes variam, então você pode precisar verificar como é chamado. Com este modo de focagem selecionado, simplesmente ajuste o ponto AF ativo da câmera para que ele passe sobre o olho mais próximo do seu modelo. Você pode fazer isso com o disco D-pad ou sub-seletor da câmera. Uma vez que o ponto AF ativo está no lugar, pressione o botão do obturador até a metade para ajustar o foco; o ponto AF geralmente pisca em vermelho e sua câmera pode emitir um sinal sonoro para confirmar que o foco está definido. Com isso feito, você está pronto para pressionar completamente o botão do obturador para tirar a foto.

Foto: Ben Davis

4. Composição

Para adicionar mais impacto à sua imagem, você deve compor seu retrato corretamente. Muitas vezes, as pessoas cometem um erro ao deixar muito espaço acima da cabeça, em vez disso você deve enquadrar para que os olhos apareçam no terço superior do seu quadro. Se o seu assunto não estiver de frente para a câmera, mas posicionando-se mais para um lado, então você precisa garantir que haja mais espaço na frente deles do que na parte de trás. Esse espaço diante do modelo é conhecido como “espaço ativo”, e os retratos quase sempre funcionam melhor quando o sujeito está ligeiramente de lado e está voltado para este espaço ativo. Se houver mais espaço atrás do seu assunto do que na frente deles, isso pode levar a uma sensação mais claustrofóbica e menos equilibrada à imagem.

Foto: Ben Davis

5. Expressão

Cada retrato é capaz de contar uma história, então considere o impacto que a expressão do seu sujeito terá na imagem. Para os retratos realmente envolventes, você precisa ter certeza de que seu modelo se sente à vontade diante da câmera. Algumas pessoas têm dificuldade quando tiram foto, então é seu trabalho como fotógrafo garantir que eles fiquem relaxados. Decida qual o humor do seu retrato, uma risada natural produzirá um sorriso genuíno cheio de calor e positividade. Alternativamente, você pode optar por algo mais pensativo e introspectivo pedindo para o modelo que olhe para uma distância intermediária e mantenha uma expressão mais neutra. Uma expressão mais sombria e um contato direto com os olhos podem criar um retrato realmente poderoso que envolve instantaneamente o espectador. Depois de alguns disparos, é uma boa ideia mostrar os resultados no monitor da câmera, assim eles ficarão mais confiantes e entenderão como ajustar suas poses para criar melhores resultados.

Foto: Ben Davis
Foto: Ben Davis

Fonte: DigitalRev


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Livro - Fotografia de Bebês
Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é redator do iPhoto Channel. Natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title

Receba as novidades por e-mail