Colunistas Destaque Dicas de Fotografia Mercado

5 dicas para fotógrafos em tempos de crise

Foto: M.S.
Foto: M.S.
Livro - Fotografia de Bebês
Eu me considero otimista, mas é verdade que uma nuvem pesada parece pairar sobre as nossas cabeças e definitivamente esse clima não é bom.
A primeira coisa que os especialistas dizem é para apertar o cinto, economizar. E não preciso ser especialista em economia para saber que o momento é propício para uma melhor reflexão, rever para onde estão indo os seus investimentos. Mas acredito ainda que neste momento é importante ser criativo, buscar outros meios de crescer, se reinventar e jamais ficar parado.
Foto: Welinton Slima
Foto: Welinton Slima
1. Faça mais com menos
A matemática é simples: você tem que ser capaz de fazer mais com menos. E isto começa a partir de você: na forma como você gerencia o  seu negócio, a sua marca, o seu serviço  (e até as pequenas coisas na sua vida). Mudar é algo estressante, principalmente para quem já conquistou um nome, uma clientela, um certo status no mercado. Parece que você tem que começar tudo de novo, do zero. E qual é o problema disso? Recomeçar é trabalhoso, mas também pode ser enriquecedor (literalmente). Você tem que ter uma estratégia, um planejamento e uma planilha bem organizada. Essa orientação clara e honesta vai lhe ajudar a não se perder. Na crise não existe sorte, existe planejamento, cálculo e persistência.
Foto: José A. Warletta
Foto: José A. Warletta
2. Reveja a qualidade de trabalho

Crescer na crise requer que você olhe com clareza para o seu trabalho, produto, clientela e o para o seu talento, para tentar descobrir outros meios de fazer o seu negócio dar certo. É o momento de rever a apresentação do seu trabalho (portfólio, site, editoriais), investir no seu talento (cursos, workshops, palestras) e negociar – com fornecedores e equipe – uma forma melhor de aumentar a produtividade. O objetivo é trazer novidades para o seu cliente e oferecer um diferencial para que os novos clientes te escolham, ao invés da concorrência.

Foto: Marius Largu
Foto: Marius Largu
3. Não se envolva na nuvem negra do pessimismo 

O seu concorrente está sofrendo da mesma forma que você, a diferença é que ele está se deixando envolver por essa nuvem pesada da baixa auto estima. É nesse momento que você tem que se agarrar no fio de otimismo que lhe resta. Ninguém quer se iludir, mas pior do que o pessimismo coletivo é a depressão do momento. É aqui que eu vejo a mola motivadora de crescimento.

Foto: Nichole Warman
Foto: Nichole Warman
4. Conecte-se ao mercado
O momento não é para se isolar. Busque novas relações e fornecedores. A hora pode ser perfeita para participar de um grupo, associação ou comunidade. Você precisa ter gente boa do seu lado. A troca de experiências é fundamental para te trazer novas idéias e métodos. Isso é o diferencial que você precisa. Muitos projetos, empresas ou novos produtos nasceram em momentos de crise. Aproveite e livre-se dos mal-humorados, dos pessimistas, dos chatos…
Foto: Eylem Culculoglu
Foto: Eylem Culculoglu
5. Arrisque-se
Cuide da saúde psicológica do seu negócio como se cuida da contabilidade. E saiba: um pouco de risco não faz mal. Enquanto a grande maioria está reclusa, esperando um milagre e antevendo o fim dos tempos, você pode investir em um novo projeto. Não tenha medo da crise (ou ela vai te devorar vivo).
Foto: M.S.
Foto: M.S.
banner-iphotofair
Livro - Iluminação
Vanilson Coimbra

Vanilson Coimbra

Vanilson Coimbra é colunista do iPhoto Channel. Coimbra lidera encontros fotográficos práticos com temas variados em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Goiânia. Mais informações para desenvolver práticas pelo site www.officeimshoot.com.br

1 comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title
  • SELECT-vertical.png

Receba as novidades por e-mail