Câmeras, lentes e iluminação

9 aspectos que você deve saber sobre o uso de lentes fixas

Foto: Unsplash/Pexels
Black Friday Antecipada

As lentes com zoom são inegavelmente ótimas quando se trata de versatilidade, oferecendo uma ampla gama de distâncias focais com apenas um movimento de pulso. Porém, com arranjos complexos de grandes grupos de elementos de lente que se movem para frente e para trás para permitir o zoom, perde-se a pureza óptica.

A nitidez é muitas vezes a primeira qualidade a ser perdida.Você também pode esperar um aumento na aberração cromática e vinhetas. O último efeito é mais comum visto quando você está usando grandes aberturas na extremidade grande angular. As lentes de zoom também são muitas vezes mais propensas a fantasmas e flares.

Foto: FOX/Pexels

Com uma lente de distância focal fixa de alta qualidade, as distorções e vinheta devem ser muito menos visíveis. A nitidez também deve ser excelente, permitindo aproveitar ao máximo os sensores de alta resolução instalados nas câmeras digitais atuais.

Veja abaixo 9 aspectos que você deve saber sobre o uso de lentes fixas:

1. Elas fazem você trabalhar mais

Com uma lente de zoom, é fácil ficar com preguiça de aumentar e diminuir o zoom, permitindo que a lente faça o trabalho por você, mas uma lente fixa faz você pensar mais no disparo, obrigando a ser mais criativo.

2. Peso e tamanho

Com poucas partes móveis, as lentes primárias são normalmente mais compactas e mais leves do que as lentes com zoom. Algumas fixas no entanto, podem ser pesadas, com elementos de vidro de qualidade e uma construção semelhante a um tanque. Outras, como a Sigma 35mm f/1.4, podem ser bem grandes.

3. Maior é melhor

As lentes “mais rápidas” têm aberturas de f/1.4 ou f/1.8 e permitem maiores velocidades do obturador e menor profundidade de campo. Isso as torna mais úteis do que as lentes f/2.8 em algumas situações.

4. Brinque com a luz

Invista em um filtro de densidade neutra se quiser fotografar com grandes aberturas em condições ensolaradas. Isso forçará a velocidade do obturador a ser estendida, permitindo que você dispare com aberturas em f/1.4 ou f/1.8 e evite a superexposição da imagem.

5. Escolha a sua distância focal

Antes de obter a sua lente fixa, faça a sua pesquisa. Você pode achar que você precisa de uma 24mm, mas um rápido olhar para as distâncias focais que você mais usa no Lightroom pode revelar que na verdade você tende a disparar mais entre 28 ou 35mm.

Foto: Pexels

6. Chegando perto

A possibilidade de modo macro adiciona versatilidade, mas você precisará estar muito perto do objeto que você está fotografando com uma lente de 50mm e com uma 35mm é quase inutilizável.

7. Nitidez

Ao fotografar na abertura máxima com lentes rápidas f/1.4 , pode faltar um pouco de nitidez total da imagem em alguns casos, particularmente nas bordas, mas isso varia de lente para lente.

8. Um belo bokeh

Uma lente 50mm em uma câmera com sensor APS-C é uma ótima combinação para criar retratos. Uma abertura máxima de f/1.4 ou f/1.8 permite que você desfoque o fundo de forma muito mais eficaz do que seria capaz com uma lente de zoom 18-55mm.

9. Investimento

Se o seu orçamento permitir, é uma boa ideia comprar uma lente profissional compatível com sensor full-frame, mesmo que você use atualmente uma câmera com formato de sensor APS-C. Ela poderá servir no futuro, caso você resolva trocar sua câmera por uma full-frame mais tarde.

Fonte: TechRadar


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é redator do iPhoto Channel. Natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail